Menina: Antes que cases, veja o que fazes….

Menina: Antes que cases, veja o que fazes….

Meninas casam mal! Este é um fato. Um fato que na maioria das vezes representa sofrimento não somente para elas como mulheres mas para elas como mães.

Por isso antes que cases…veja o que fazes!

Muita cautela com as paixões da mocidade! Elas destróem vidas. Claro que é melhor bem acompanhado do que só! Claro que sim! Mas é muito melhor só do que mal acompanhado! Meninas que casam por causa de um rosto bonito ou de um palavreado encantador estão seguindo não para um Lar: doce lar mas para um prisão ou um matadouro de sonhos e de vida. Rostos bonitos são importantes afinal de contas é de manhã cedinho que veremos estes rostos ao nosso lado. Porém não coloque isso como prioridade na escolha de com quem você passará sua vida aqui na Terra. Rostos bonitos não mostram o que dentro. Quem casa com cascas viverá vidas vazias. Como aquela isca que mata, rostos bonitos atraem e traem nossos sentidos. Muitas meninas casam mal porque olham apenas para o rosto ou para o físico ou para o palavreado do jovem. Meninas, lembrem-se que o período de namoro e cortejo é como uma campanha eleitoral. Nesse momento de conquista, os jovens, como políticos brasileiros, fazem as melhores promessas, sabem de todas as suas necessidades e prometem supri-las, usam as melhores roupas, e parecem muito cultos, educados, gentis, amorosos, solícitos, espiritualíssimos e apaixonados por Deus, pela igreja e pela sua família. Parecem.Estão em campanha. Depois que se elegem a máscara cai e a vida de muitas eleitoras vira um inferno. Essa analogia é quase perfeita pois nós brasileiros e brasileiras sabemos bem como são os candidatos desse país. Nem rosto bonito nem palavreado encantador fazem uma vida conjugal bem aventurada. Um lar feliz vem do amor a Cristo e à sua Palavra. Somente.

Meninas, pela paixão que cega, deixam de prestar atenção em coisas bastante relevantes para uma vida conjugal. Caráter, Hombridade, Honestidade, Santidade, Piedade. Poderíamos comentar sobre cada aspecto destes e de outros também fundamentais mas teríamos que escrever um livro (talvez). O imprescindível, entretanto, agora, é que você menina, não case com meninos ou moleques mas com Cristãos com C maiúsculo. Demore pra casar. Isso não mata! O que mata é a pressa promovida pelas paixões desenfreadas que chegam na mocidade como um dilúvio e arrastam milhares de meninas para uma vida infeliz. Casar mal é transformar sua vida num inferno. Não faça isso com você mesma e não transforme seu lar num ambiente infernal onde seus futuros filhos vão viver (ou morrer). Antes que cases ….veja o que fazes! 

Quero dar-lhes algumas dicas para que isso não aconteça:

1- Case com Homens que amam a Deus acima de todas as coisas – Antes de casar abra bem os olhos. Hoje em dia está difícil achar homens. Quanto mais homens cristãos. Temos, mesmo nas igrejas, muitos meninos e não poucos moleques. Abra os olhos! Não case com nenhum deles! Espere. Deus pode trazer para você um Homem e um Cristão que O ama  amará você também. Confie. Creia. Espere o tempo que for necessário. Lembre-se: É muito melhor só do que mal acompanhada!

2 – Acredite no que dizem e pensam seus pais. A paixão desenfreada que arrebata corações e atanaza vidas passa por cima de tudo e de todos. Inclusive da bendita e divina impressão dos pais. Pais são coisa de Deus. Cuidado quando seu pai ou mãe dizem que não vão com a cara daquele tal rapaz. Cuidado. Se você olhar direito pra seus pais perceberá Deus falando com você. Uma filha que desonra seus pais nesse momento importante da sua vida, certamente cava uma cova contra a vontade dos pais e cai dentro dentro dessa cova. Ela e seus filhos por longos anos sofrerão. Nem a separação apaga esse fogo. Cuidado com o que seus pais dizem ou pensam. Eles podem nem dizer mas pensam. Se eles por algum motivo não dizem mas você sabe que eles não gostariam que você namorasse tal pessoa….pule fora. É maldição pra sua vida.

3 – Ore sempre pelo seu futuro matrimônio. Desde cedo esteja orando. Confie que Deus trará pra você a pessoa certa. E Deus trazendo, você pode ter certeza que será BENÇÃO. Deus conhece perfeitamente você, suas necessidades e carências, seus pontos frágeis e sua personalidade, seus sonhos e projetos. E ELE está desejosos de tornar muitos deles em realidade. Somente ELE tem condições de trazer até você a pessoa exata para que juntos, vocês dois, tenham dias bem aventurados na presença DELE. Ore por isso. Confie e espere no SENHOR. Caso ele traga será alegria, paz, amor, vida gostosa de ser vivida. Se, porém, você forçar a barra contra tudo e contra todos pra fazer a sua vontade então seu lar, infelizmente, terá um cheiro de enxofre. Dor e lágrimas de madrugada podem ser evitadas. Confie em Deus e espere NELE. ORE!

4 – Cuidado com conselhos de cabeças ocas. Não ouça quem não ama a Deus. Ouça aquelas pessoas que amam a Deus. Somente elas e seus pais. Mais ninguém! O que prejudica jovens que casam mal é que querem fazer suas vontades e procuram os conselhos de qualquer pessoa que lhe diga o que querem ouvir. São arruinados pelos seus desejos desenfreados. Cuidado menina pois muitas vezes o teu desejo será contra ti. Cumpre a ti porém dominá-lo. Lembra dessa voz? É a voz de Deus nos advertindo acerca de nossas intenções e atrações. Muito do que nos atrai nos trai. Muito do que nos arrebata o coração nos mata. Muito do que nos arrasta o faz para o infortúnio e não são poucos os que vão por estes caminhos e também não são poucos conselheiros que nos desencaminham na vida. Cuidado. Ouvir conselhos de nossos pais e de quem ama a Deus e conheçe a Sua Palavra é GRAÇA. Ouvir conselhos que satisfazem nossas intenções erradas é DESGRAÇA.  Cuidado com conselhos de cabeças ocas. Ouça pessoas que amam a Deus. Somente elas e seus pais. Mais ninguém!

Apenas 4 dicas que fazem toda a diferença entre um casamento bem aventurado e próspero e um casamento infeliz. Apenas 4 dicas. Deixar de levar qualquer delas em consideração é um risco mortal. Questão de vida gostosa ou morte diária.

Desconsiderar estas benditas dicas é choro e ranger de dentes diários que mesmo um infeliz divórcio não poderá evitar.

Leve a sério estas dicas e você vai desfrutar de um Lar cheio de alegria, cânticos, amor intenso e paz. Deus estará com vocês e seu lar será um paraíso na Terra, pra a Glória do Deus que você ama, para a edificação de sua igreja, para a evangelização de sua família e conhecidos, para que seus filhos nasçam em berço de ouro e pra que vocês dois sejam felizes até que a morte os separe!

 

Vagner Lemos

Um Grande Mistério!

Um Grande Mistério!

Ao criar o casamento, o Santo Matrimônio, Deus cria uma metáfora terrena para algo celestial. O Apóstolo Paulo em Efésios 5:32, por volta do ano 64 revela esse Grande Mistério oculto às gerações anteriores. Ninguém sabia até então que família, marido e esposa, Deus e seu povo tinham tanto em comum. Parecia que as instituições família, criada em Adão e Eva, e a Igreja, recém nascida, não eram tão vinculadas uma à outra. Paulo escreve à Igreja de Cristo em Éfeso e após discorrer sobre a relação dos salvos com Deus e Seu Filho Jesus no Espírito Santo e falar da relação submissa de uns para com os outros (5:21) ele começa a tratar da relação marido e mulher. O apóstolo então passa a mostrar quais ordens Deus dá a maridos e esposas no trato um do outro dentro do relacionamento conjugal. Então Paulo chega ao verso 31 citando Gênesis: Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.

Até esse momento nada de estranho no texto. De repente, como num parêntese, o apóstolo escreve: “Grande é este mistério mas eu me refiro a Cristo e à Igreja.” No ano 64, em sua primeira carta escrita de Roma já como prisioneiro, Paulo, divinamente inspirado, revela um segredo oculto há séculos, desde o princípio de tudo: Marido e Esposa são uma metáfora de Cristo e a Igreja. Um casal representa Cristo e sua Noiva. Uma ilustração do Eterno dentro de casa e caminhando por este mundo. Uma analogia do celestial. Uma representação de Deus e Seu Povo, de Cristo e a Noiva.

O casamento, então, não é apenas o relacionamento de um homem que se apaixonou por uma mulher e se uniu a ela. O casamento não tem a ver unicamente com aspectos terrenos da existência humana. O matrimônio simboliza e ilustra O Reino de Deus. Os nossos lares representam Isto! E por isso devemos zelar para que O representemos bem.

Representamos algo sagrado e eterno. Ilustramos Algo que na Terra é motivo de chacota, zombaria, desprezo, mas pelo qual Deus pagou um Altíssimo Preço para estabelecer. Deus não somente instituiu o Matrimônio que é sagrado mas prepara neste momento as Bodas do Cordeiro que podem começar a qualquer instante. Quando a Igreja cruzar os portais eternos e caminhar na direção do Noivo, no Palácio preparado para O Evento, talvez com Anjos cantando e Harpistas tocando nós veremos o Perfeito Casamento. Estaremos no Perfeito Casamento.

Por isso não podemos, como criancinhas, “brincar de casinha”! Nosso casamento não é brincadeira mas representa algo sério, solene, sagrado, eterno, bendito, Divino. Somos embaixadores dessa Instituição Sagrada diante de vizinhos, parentes, colegas e irmãos. Os anjos observam nossos relacionamentos que devem espelhar o Matrimônio Celestial. Devemos espelhar bem o Eterno para espalharmos a Ideia Eterna. Somos o Evangelho Visual para pessoas próximas quando vivemos o Evangelho no nosso Relacionamento Conjugal.

Nosso privilégio de sermos casados e recebermos tantas e variadas bênçãos é ENORME mas a nossa Responsabilidade também o é.

Maridos representam Cristo e por isso devem representá-LO bem!

Esposas ilustram a Noiva e por isso devem levar a sério seu papel!

Cada cônjuge dentro de suas funções tendo como Modelos Cristo e Sua Esposa. Assim como Cristo trata Sua eternamente amada Esposa os maridos devem amar suas esposas. Assim como deve ser o tratamento da Igreja em relação a Jesus Cristo assim deve ser o das esposas para com seus maridos excetuando-se, claro, a adoração.

Caso nós, em nosso relacionamento conjugal, não tenhamos o firme propósito de, após entendermos a METÁFORA, mostrarmos em nós o Relacionamento Maravilhoso de Deus e Seu Povo, então estaremos bem deficitários na nossa adoração a Deus.

É incoerente um filho dizer que ama muito a Deus e O adora em espírito e em verdade se ele ou ela não honra seus pais. É contraditório. Fazendo uma paráfrase em 1 João 4:20: Se um filho(a) não obedece e honra a seu pai a quem vê… não pode amar a seu PAI a Quem não vê. Do mesmo modo é incorreto um cônjuge dizer que ama a Deus caso não tenha firmado em sua mente e coração o firme propósito de ilustrar bem Cristo e a Igreja começando a agir conforme este propósito.

Há muitos maridos e esposas que desonram a Deus dentro de seus “secretos lares”. Há muitos pastores e diáconos que desonram a Deus dentro de suas casas e “O honram nas Igrejas”.. Há muito juízo a caminho.

Há também muita benção, alegria, amor, paz, confiança, etc em lares cujos cônjuges cumprem o Bendito Desígnio para o qual foram criados e unidos.

São lares que fortalecem Igrejas. São lares que honram a Cristo. São lares que adornam centenas de doutrinas cristãs. São lares que ilustram a mais Bendita União que é eterna e gloriosa! São lares onde Maridos lutam por serem fiéis a suas esposas por amor a Cristo. São lares onde as esposas, por amor a Cristo, lutam por serem fiéis a seus esposos tendo como parâmetro o relacionamento da Igreja com Cristo. São lares que podem ser chamados de “Paraísos na Terra” pois representam bem a Felicidade existente entre Deus e Seu Povo, entre Cristo e a Igreja.

Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.” Hebreus 13:4

Vagner Lemos

A Mulher que TU me deste.

A Mulher que TU me deste.

Em Gênesis 2:18-25 nos é dito que, enquanto Adão dava nome a todos os animais, não se achava para ele uma auxiliadora que lhe fosse idônea. Qual a relação entre estas 2 coisas? Imagine Adão sozinho vendo Leão e Leoa em carinhos e brincadeiras, Tigres e tigresas em carícias e ajuda mútua. Cada animal com suas fêmeas vivenciando cada segundo em todos os lugares juntos.

Deus já havia decidido antes da eternidade, é claro, que o homem teria uma auxiliadora e o homem já sentia a falta de uma companheira. Enquanto tudo era muito bom, não era bom que o homem estivesse só.

Dizem que é melhor só do que mal acompanhado mas certamente é muito melhor bem acompanhado do que só. Adão tinha carências que precisavam ser supridas. Carências e não imperfeições. Ele estava incompleto e precisava de seu complemento, de sua “outra metade”. Então Deus faz cair sobre ele pesado sono e, retirando uma de suas costelas, transformou-a numa mulher. E Deus “lha trouxe”! Deus trouxe ao homem uma companheira para os labores e lutas da vida.

Em Provérbios Salomão nos diz que “O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR.” Pv 18:22. Quem, como Adão, acha, de repente, num momento da vida, uma esposa alcançou de Deus uma Graça. Assim como Eva, nossas esposas foram nos trazidas por Deus. Quem “acha” uma esposa descobre que foi Deus Quem “lha trouxe”. Com um pouco de sensibilidade podemos perceber que era impossível pensarmos em tantos detalhes importantes que carecíamos em relação ao benefício trazido por uma companheira. Tanto não era bom estarmos sós, e sentíamos e sabíamos disso, quanto precisávamos ser completados por alguém com tais e tais requisitos. O Senhor lha trouxe. O Senhor achou e nos deu de presente uma esposa por Benevolância, por Graça, por Bondade, por Vontade dEle. No Entendimento perfeito de Deus Ele não só nos permitiu que fosse exatamente esta como também exatamente assim o quis. Ao nos casarmos é-nos dito: “Aquilo que Deus uniu, não separe o homem!” E não importa em qual igreja você casou ou se nem ao menos se uniu a uma mulher religiosamente. O fato é que “Aquilo que Deus uniu, não separe o homem!”. Deus lha trouxe. Deus a criou. Deus achou pra você alguém que você não teria condição de encontrar.  “O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR.”

Quando um homem abandona sua “ÚNICA” esposa ele abandona a vontade, a bondade, a benevolência de Deus para ele. Ele ateia fogo em suas vestes. Ele começa a destruir a sua vida.

Isso fica evidente pelas frequentes quedas desses homens dia-a-dia. Começam a trocar os pés pelas mãos. Começam a dar com os burros n’água. Suas vidas vão de mal a pior e o pior é que, pela falta de humildade, por orgulho, a maioria não reconhece isso. A maioria não se arrepende, não volta atrás, não reconhece que quebrou a cara ao abandonar aquela que foi lhe trazida por um Deus perfeito. Um Deus que conhece nossas carências e limitações.

Geralmente um adúltero, intimamente, sabe que sua primeira esposa era A Esposa. Com seus defeitos e problemas ela era a pessoa pra ele. Mas em sua queda profunda, metido, às vezes, em condições irreversíveis, ele não consegue ou não pode mais voltar. O Senhor lha deu e ele a desperdiçou. Ele brincou e zombou do presente de Deus. Ele achou que tinha uma idéia melhor. Satanás o fez pensar assim e ele acreditou. Parecia tão claro como o sol. Parecia.

Ele achou que não era feliz por causa dela e que seria feliz de outro modo. Talvez, como Adão, ele tenha dito ou pensado em algum momento da vida: “Foi a mulher que Tu me deste!” Como Adão temos a tendência de pensar que os outros é que são culpados dos nossos tropeços que geram a nossa infelicidade: “Deus e a mulher que Ele me deu me causaram tais males” – pensam.

Em Eclesiastes lemos que “Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.” Deus fez e faz tudo perfeito para o benefício do ser humano mas este ser tem sempre “uma ideia melhor”. Este ser se mete em problemas porque não se contenta com o que Deus lhe dá mas está vendo muitos defeitos no presente de Deus.

O homem que poderia e deveria se alegrar no Senhor e em suas Benevolências, agora está insatisfeito buscando a realização de seus sonhos. Busca a sua “felicidade”. E ainda coloca Deus nesta busca perguntando: “Deus não quer que eu seja feliz?” Não! Deus não quer que você seja feliz naquilo que lhe trará infelicidade! Ele não quer sua alegria naquilo que lhe fará chorar e sofrer perpetuamente. Deus não quer que você seja feliz numa vida infernal. Deus não quer vida pra você permitindo que você entre num caixão. Deus não quer que você seja feliz do seu jeito. Ele quer que você seja feliz do único jeito que você pode ser feliz: obedecendo suas Leis para a Felicidade! Ele é o Criador.

O infinito foi criado por Ele. Da eternidade Ele é o Pai. Ele também nos criou e sabe totalmente o meio pelo qual seremos felizes. Ele, e somente Ele, tem o Manual para a nossa Felicidade. Não busque ser feliz do seu jeito pois você não será feliz assim.

Busque a Deus e Sua Palavra para ser Feliz. Compreenda que a mulher que Deus lhe deu traz em si um cuidado precioso e um carinho perfeito de Deus por você. Agradeça a Deus por ela. Olhe-a do ponto de vista de Deus e perceba o quanto de Benevolência para você existe neste ser imperfeito e repleto de carências que você tem ao seu lado. Deus lha trouxe. Não ouça a voz do Diabo. Ela é Graça de Deus pra sua vida. Ela é Bondade que pela vontade de Deus deverá estar junto a você quando a morte os separar. Só Deus pode separá-los e a sua felicidade depende da felicidade dela. Ame-a intensamente e agradeça a Deus: Obrigado Senhor por que, afinal de contas, e graças a Deus, foi a mulher que Tu me deste!

 

Vagner Lemos

Não queira ganhar no grito! Assim você perde.

Não queira ganhar no grito! Assim você perde.

No capítulo 13 de 1 Coríntios, o Apóstolo Paulo, além de nos dizer que alguém que ama biblicamente age sendo paciente: não pagando mal por mal; sendo benigno: devolvendo o bem a quem lhe faz males; não se queima em ciúmes e invejas; não se ufana querendo, como dissemos, “se amostrar”; não se ensoberbece achando que é “a última coca-cola do deserto”; não se conduz inconvenientemente em palavras, ações, vestimentas, etc e nem busca os seus interesses mas, como cristão, a sua vontade está em fazer a vontade de Deus e amar biblicamente o próximo.  Na sequência do texto Paulo nos diz que alguém que age biblicamente não quer ganhar no grito. O amor também não se exaspera. Não explode, não briga, não grita. Um cristão verdadeiro não tem acessos de raiva nem esperneia quando é contrariado.

Gálatas nos mostra que um Cristão que tem o Próprio Deus habitando nele vive no Espírito Santo. No capítulo 5 Paulo nos diz que o fruto do Espírito e não “os frutos” do Espírito, faz com que sejamos pacientes. Em minha versão a palavra grega μακροθυμια (makrotumia) aparece traduzida por Longanimidade. Um Longo ânimo. Uma grande tolerância. Uma Makro lentidão em se vingar ou castigar pecados dos outros. É contraditório um cristão verdadeiro dizer: Oh meu Deus, dá-me paciência, eu não aguento mais! Caso alguém seja realmente cristão o Esprito Santo habita nele e então ele tem o fruto do Espírito completo. Essa pessoa não precisa pedir que Deus lhe dê paciência. Basta, apenas, usar a paciência que Deus já lhe deu no dia da sua conversão. O fruto do Espírito é um “pacote completo”.  Tem tudo o que o cristão precisa para viver como Cristo viveu neste mundo terrível. Não precisa pedir mais nada a Deus. O Espírito Santo já o dotou da plenitude do Seu Fruto. Assim sendo, o cristão tem paciência ao mesmo tempo que alegria no espírito, paz de alma e com Deus, é bondoso e paciente. O amor é paciente. Não fica irado. Ele vence o mal fazendo o bem. Não procura ganhar no grito.

Muitos maridos, que se dizem cristãos, agem na força e no grito. O “versículo” que eles mais gostam é: “Manda quem pode e obedece quem tem juízo.” Eles estão ainda buscando nas Escrituras Sagradas o capítulo e versículo do seu texto favorito. Talvez em 1 Macabeus? Muitos pais agem assim também. Gritam muito mas ensinam, disciplinam e admoestam pouco.

Não façam isso maridos. Não ajam assim pais. Tratem suas esposas e filhos com gentileza e carinho. NUNCA levantem a voz pra eles! Amem cada um deles como Jesus Cristo ama o seu povo. Jesus é manso, sereno, gentil e amável. Seja você também manso, sereno, gentil e amável.

As esposas, por sua vez, devem preservar seus casamentos, que são santos diante de Deus, sendo esposas que respeitem seus maridos para que a Palavra de Deus não seja blasfemada. A mesma sujeição e respeito que tem no contexto da Igreja de Cristo por amor ao Dono da Igreja devem ter em casa em relação à hierarquia estabelecida por Deus para os lares por amor ao Dono das Famílias. Deus requer isso de vocês independentemente de quaisquer coisas como “Meu marido é descrente” ou “Meu marido não é um bom líder” ou “Meu marido não me ama como Cristo ama a Igreja”!

E vocês, mães e pais, não gritem com seus filhinhos: eles são a herança do Senhor! Sejam também amáveis e gentis com eles. Caso vocês estejam perdendo a paciência e se exasperando com os pequeninos o prejuízo pra todos está sendo grande. Lembrem-se: Nossa ira não produz a justiça de Deus! Amavel é o amor. O amor é amável.

Deus, amado, ajuda-nos a agir biblicamente e colocarmos guarda aos nossos lábios para que não desonrem a Ti com ofensas, gritarias, grosserias, desrespeito contra nosso próximo seja em casa ou na rua, no trânsito ou na Igreja. Senhor, ajuda-nos, nestes dias tão turbulentos, a descansarmos em Ti e encontrarmos paz para apaziguarmos nossos lares. Que eu seja pacificador e não me exaspere!

Em nome do Príncipe da Paz, a quem amamos!

Vagner Lemos

13 Regras Infalíveis para a Esposa Destruir Seu Casamento

13 Regras Infalíveis para a Esposa Destruir Seu Casamento

  1. Procure os conselhos de pessoas incrédulas quando tiver problemas no casamento. As orientações da Bíblia, a busca da vontade de Deus em oração e os conselhos dos crentes são coisas fora da realidade.
  2. Esqueça o ideal bíblico de submissão da esposa. Hoje os tempos são outros. Seja moderna, independente e autoconfiante. Você já percebeu como aquelas mulheres da novela vivem assim e parecem tão felizes e respeitadas?
  3. Pregue sempre para o seu marido. Apresente a ele longos sermões citando versículos decor. Durante o sermão não se esqueça de dizer que ele deveria ter escutado a pregação do pastor no domingo.
  4. Critique-o sempre diante das suas amigas e parentes. Faça isso mesmo quando ele estiver presente. Deixe que todos saibam o quanto ele deixa a desejar como marido. Falando em críticas, não se esqueça também de falar mal dos parentes dele.
  5. De vez em quando, trate-o com frieza e fique sem falar com ele. Essa é uma maneira sutil de torturá-lo e servirá para ele aprender a lhe dar valor.
  6. Quando houver discussões, “jogue na cara” dele as falhas do passado e ameace-o com a separação. Diga que se as coisas continuarem assim não haverá outro jeito.
  7. Mantenha-se sempre “emburrada”, mal humorada e ríspida, principalmente quando ele chegar do trabalho. Isso fará com que ele não sinta vontade de ir para casa.
  8. Tome a frente de tudo. Afinal de contas, se você não tomar a iniciativa, quem o fará, não é mesmo?
  9. Jamais abra mão de suas opiniões. Seja teimosa. Lembre-se que seu marido não tem “visão das coisas”.
  10. Coloque os filhos sempre à frente dele. Nunca o deixe pensar que está em primeiro lugar. O interesse principal para você deve sempre ser as crianças.
  11. Fale contra seu marido para os seus filhos. Conquiste a cumplicidade deles fazendo com que, mesmo em família, ele se sinta só e deslocado.
  12. Jamais se preocupe em se arrumar para agradá-lo. Ser encantadora é coisa de mulher vulgar. Para que perder tempo com isso?
  13. Demonstre frieza e desinteresse nas relações do leito conjugal. Tudo deve parecer sempre forçado, pouco espontâneo, obrigatório e sem graça.

 

Pr. Marcos Granconato
Soli Deo Gloria

Extraído com autorização do Site http://www.igrejaredencao.org.br/

 

13 Regras Infalíveis para o Marido Destruir Seu Casamento

13 Regras Infalíveis para o Marido Destruir Seu Casamento

  1. Não se preocupe com a vida espiritual de sua esposa. Não ore por ela e nem se empenhe para que ela cresça espiritualmente. Se ela está bem com Deus ou não, isso é problema dela.
  2. Jamais fale do seu amor por ela e não se empenhe em demonstrá-lo. Lembre-se: amar a esposa não é um dever como a Bíblia ensina (Ef 5.25); amar é só um sentimento involuntário. E esse sentimento já passou há muito tempo.
  3. Deixe a liderança espiritual da casa por conta da sua esposa. Ela é quem deve puxar você e os filhos para a igreja.
  4. Não tome nenhuma iniciativa para resolver os problemas ou suprir as necessidades da casa. Quando a “coisa” complicar, deixe que ela resolva.
  5. Tenha como a preocupação principal da sua vida o ganhar dinheiro. Por isso, faça muitas horas extras, economize evitando passear com a família e não perca tempo ficando à toa em casa. Lembre-se: o que importa é dar a eles um padrão de vida melhor, custe o que custar; e o sucesso no trabalho é mais importante do que o sucesso no lar.
  6. Não consulte a opinião dela para nada. O que ela acha não interessa. Quem manda na casa é você. Não é isso o que a Bíblia ensina?
  7. Critique a sua esposa incessantemente e trate-a com aspereza. Faça com que ela se sinta um lixo. Por outro lado, lembre-se de tratar outras mulheres com toda a simpatia, polidez e cavalheirismo.1Pedro 3.7é bonito, mas não funciona!
  8. Não leve a sério os sentimentos dela. Quando ela chorar por que o bolo queimou ou por que uma peça de louça quebrou, trate-a com desdém. Afinal, isso é “coisa de mulher”, não é mesmo?
  9. Nunca a elogie por nada. Diga como sua mãe cozinha melhor que ela. Elogie a beleza de outras mulheres, porém jamais repare quando ela cortar ou mudar a cor dos cabelos para lhe agradar.
  10. Jamais peça perdão a ela ou aos filhos. Pedir perdão iria diminuí-lo, torná-lo fraco e imperfeito, algo que você de fato não é!
  11. Faça prevalecer sempre sua vontade, mesmo que esteja errado. Jamais ceda ou volte atrás em suas decisões, pois admitir erros e mudar de idéia poderia ser um mau exemplo para os filhos. Papai não erra!
  12. Esqueça as datas importantes da vida de vocês como casal. Por exemplo: a data do casamento, a data do aniversário dela e o dia dos namorados.
  13. Faça brincadeiras com sua esposa em público, expondo os defeitos que ela tem e as falhas que ela comete. Constrangê-la diante das pessoas vai fazer com que você se sinta superior (e engraçadinho!).

 

Pr. Marcos Granconato e
Pr. Marcos Samuel Santos
Soli Deo Gloria

Extraído com autorização do site www.igrejaredencao.org.br/

Pin It on Pinterest

Para solicitar um Mezuza basta inscrever-se!

Em breve nossa equipe estará entrando em contato com você!

Aguarde nosso contato!